...

31/10/2010

Declaração do médico que atendeu Michael, quando ele desmaiou no ensaio para o show que ele ia fazer na HBO, em 1995.

Quando o Dr. William Alleyne II soube da morte de Michael Jackson na semana passada durante as férias, este médico que se especializa em doenças do pulmão em Rock Hill retorno ao passado novamente. Em sua mente, ele era apenas Bill Alleyne, o jovem que gastou o dinheiro do bolso para comprar álbuns de Michael Jackson. O cara que se tornou um médico e levou sua noiva para shows de Michael Jackson. "Foi um enorme sentimento de tristeza", disse Alleyne. Claro, Bill Alleyne é um fã de Michael Jackson como milhões. Mas o Dr. William Alleyne teve mais motivos para estar triste do que a maioria dos fãs. Alleyne, disse terça-feira, pela primeira vez em 14 anos, "eu era o médico que salvou Jackson a vida de Michael." Em dezembro de 1995, Alleyne era o diretor assistente no Beth Israel North Hospital, no Upper East Side em Nova York próximo ao gabinete do prefeito de Gracie Mansion. Ele era o cara no comando quando uma das enfermeiras disse-lhe: "Nós temos Michael Jackson vir aqui." Alleyne não acreditou nisso. "Eu disse, 'Ha ha, muito engraçado'", recordou Alleyne. Ele tinha visto os pacientes que eram estrelas, ou cônjuges de estrelas, mas isso era diferente. Milhares de pessoas começaram a se juntar fora do hospital. O local estava virando bagunça. "Dez minutos depois, rolaram Michael Jackson numa maca", Alleyne disse terça-feira em seu escritório em Rock Hill, onde ele é um dos sócios da Carolina – médicos pneumologistas. Mas em 1995, Alleyne era o médico do rei do pop. Jackson havia desmaiado após um ensaio para um futuro especial da HBO no Beacon Theater. Alleyne e sua esposa tinha visto Jackson em concerto, na televisão, e agora, em 1995, Jackson estava esperando, inconsciente, para Bill Alleyne salvar sua vida. " O sr. Jackson estava em estado crítico " , disse Alleyne. "Ele estava desidratado. Ele tinha pressão arterial baixa. Ele tinha o batimento cardíaco rápido. Ele estava perto da morte. "Alleyne foi de médico de uma estrela para o médico de um homem que podia morrer. Alleyne, era conhecido de um médico de Michael Jackson na época, tinha sido escolhido pessoalmente por esse médico para ser o responsável para cuidar de Jackson na emergência. Alleyne deu a ordem para que o desfibrilador ficasse pronto se necessário para tratar o ritmo anormal do coração do famoso artista. Após cerca de uma hora ou assim, ao entardecer de Dezembro, Alleyne disse que Jackson havia estabilizado com fluidos intravenosos e outros tratamentos, e transferido aos cuidados intensivos. Mas, entretanto, a multidão lá fora se tornou enorme. "Eu olhei para fora da janela, e a multidão ali ombro a ombro, enorme, muito mais do que quando a mansão do outro lado da rua havia hospedado o papa, o presidente, mesmo Nelson Mandela", Alleyne lembrou. E dentro do hospital , Alleyne disse, "era um pandemônio absoluto." Seguranças de Jackson se desdobravam em cuidados intensivos. Alleyne teve um breve confronto com um guarda-costas que não queria deixar Alleyne entar na sala novamente depois ele a havia deixado momentaneamente. Alleyne lembrou de dizer para o guarda-costas, "Seu chefe está morrendo lá dentro, e eu estou indo lá para salvar sua vida. Você pode ser o único que a dizer que não irá me deixar entrar " Bill Alleyne entrou e salvou Michael Jackson. Mas a multidão de pessoas no interior não havia terminado. A comitiva da então esposa de Jackson, Lisa Marie Presley, entrou e Presley entrou, também. Então, no meio da multidão, uma outra comitiva, e Janet Jackson, irmã de Michael. "Aqui é Janet, fatalmente, parar o relógio lindo, e ela disse: 'Obrigado por ter cuidado do meu irmão'", Alleyne lembrou. Alleyne encontrou tempo para ligar para casa. Sua esposa, Cheryl Courtlandt, uma médica que é agora pediatra no Children's Hospital Levine em Charlotte, estava em casa com duas crianças pequenas. "Eu vou ter de sair tarde docinho," disse Alleyne a sua esposa. "Veja o noticiário" Ele disse à esposa que Michael Jackson era seu paciente, e ela disse ao marido, literalmente, nas palavras de Alleyne nunca vai esquecer: "Bem, você cuida do Sr. Jackson e volte para casa rápido, porque eu tenho dois filhos aqui, e você precisa retirar o lixo. " Jackson logo ficou estável, e Alleyne e Jackson iniciaram uma relação médico / paciente semelhante a todos, em teoria, mas ao contrário de qualquer relacionamento que Alleyne nunca tinha tido na prática. Com pessoas subindo em árvores para conseguir fotos de dentro do hospital, como os fãs de Michael Jackson cantavam suas canções fora e da imprensa mundial invadindo as calçadas e ruas para obter informações sobre a condição deste homem muito famoso, Bill Alleyne tentou manter Michael Jackson vivo com alimentação intravenosa e cuidados. "Michael Jackson foi o mais suave e menos exigente cara que você poderia conhecer", disse Alleyne. "Tudo o que ele dizia era num sussurro. Sua maior preocupação era quando ele poderia ensaiar. Alleyne disse a Jackson que de nenhuma maneira ele poderia ensaiar em breve. Alleyne teve de obter permissão para liberar informações para a família Jackson. Jackson deu. Alleyne teve que lidar com outros médicos que vieram para assistir todos os seus movimentos, e um mundo que queria informações que Alleyne não daria para ninguém,só a aqueles que Jackson disse para falar. Após cerca de 72 horas, os publicitários, Alleyne e Jackson e outros perceberam que tinham de dar uma conferência à imprensa. Então Alleyne combinou com pessoas de Jackson para repassar o que poderia ser dito, mas sem esconder a verdade. Alleyne foi objetivo com o mundo, dizendo que Jackson não tinha qualquer problema no sistema imunológico, porque os boatos sobre a AIDS estavam girando. Ele foi categórico em dizer que Jackson não tinha drogas em seu sistema. Notícias a partir de 1995 mostram Alleyne e seu então parceiro, o Dr. Bob Glennon, falando sobre sua condição Jackson para convencer o mundo que Jackson foi, de fato, em estado grave. "Michael Jackson estava inconsciente quando chegou", disse Alleyne. "Tive que deixar isso claro." Através dos poucos dias que se seguiram, Alleyne era médico de Jackson. Outros médicos vieram vê-lo por suas costas, mas Alleyne disse que não estava ofendido. Tendo os olhares dos outros em seu cuidado e tratamento de Jackson, era compreensível. Jackson teve que fazer o que outros pacientes que estão em recuperação devem fazer, disse Alleyne. Andar um pouco, sendo monitorado. Só que ele tinha uma comitiva na sala ao lado. "Depois de alguns dias, o Sr. Jackson me disse que ele precisava dar um jeito o seu cabelo", lembrou Alleyne. "Disse-lhe que tinha um barbeiro no hospital. I" da comitiva de Jackson e riu: Um estilista viajou ao redor do mundo, com Jackson e que estava ali nos cuidados intensivos. A equipe de maquiagem entrou, também. Perto do fim da estada de Jackson hospital, ele perguntou a Alleyne se ele poderia visitar outros pacientes em terapia intensiva. Como foi o casdo de uma senhora que disse, "Alleyne eu posso morrer agora, eu rezei com Michael Jackson." Jackson deu-lhe um retrato autografado depois que ele a conheceu e orou Alleyne lembrou, rindo: "Eu disse ao Sr. Jackson que talvez visitando pessoas que haviam sofrido ataques cardíacos ou outros problemas graves não que foi uma idéia tão boa. "Quando Jackson estava de alta, Alleyne ficou em segundo plano, perante as câmeras quando o vídeo foi filmado. Mas Jackson pediu a Alleyne para fazer consultas particulares pelos próximos três dias. Verificações de pressão arterial, pulso, todo esse material. Alleyne era o diretor de cuidados intensivos - consultas particulares não eram da sua função. Mas Michael Jackson pediu, então Alleyne disse que sim. "Consulta particular, para a cobertura do hotel Four Seasons", disse Alleyne. "Alugou os últimos dois andares. Ele teve um "momento de fraqueza"- Alleyne disse que quase pperguntou a Jackson se podia ensiná-lo a fazer o moonwalk - sua marca registrada. A Dança de Michael Jackson, mas Alleyne manteve-se profissional com Michael Jackson, já os séquitos e o mundo assistiam cada movimento seu. Finalmente, cerca de duas semanas após o “furacão”, Alleyne disse a Jackson, " Sr. Jackson, já está estável. Posso deixar de ser seu médico e voltar a ser seu fã ". Humilde, Alleyne pediu para tirar um retrato e autografá-lo para que seus filhos pudessem ver daqui a alguns anos. Alleyne, antes de sair do hotel naquele dia, lembrou de Jackson dizendo: Obrigado para salvar minha vida ". Em seguida, Jackson disse a Alleyne que ele entendia o quão difícil tinha sido para um homem negro chegar a tal posição distinta dentro do mundo médico,e que as realizações de Alleyne foram inspiradoras para Jackson. "Foi muito emocionante", disse Alleyne. "Eu nunca vou esquecer isso." Nunca mais Alleyne deu uma entrevista, desde então, nunca assinou qualquer acordo de livro ou fez um níquel Porter sido médico de Michael Jackson durante duas semanas. Ele nunca falou com Michael Jackson de novo. Alleyne, que não conversa informal com amigos ou colegas de medicina, ou entre as pessoas em sua prática médica, nunca contou a ninguém de seu tempo como médico do artista mais famoso do mundo. Aos próprios filhos,o filho Douglas e sua filha Courtney, só souberam de seu papel, quando um documentário surgiu há alguns anos, através de algumas imagens das conferências de notícia em 1995. Disse Bill Alleyne. "Papai, você é médico de Michael Jackson?" Sua filha perguntou. "Eu disse que sim, porque eu era o seu médico", respondeu. "Eu olhei para ele, como sendo sempre o seu médico, que eu tinha uma relação profissional com o Sr. Jackson e que honraria." Esse homem com raízes na Carolina, sua família veio para Charlotte, em 1996, em seguida, começou a praticar medicina em Rock Hill, em 1999. Ele fez o que os médicos humildes devem fazer: dar algum tempo de si à leitura em escolas, como voluntário, levando seus filhos. A inscrição de fora de sua sala médica em Rock Hill tem apenas o seu nome. Não há menção de Michael Jackson em qualquer parte do edifício. Somente agora, depois da morte de Michael Jackson, Alleyne concorda em compartilhar suas lembranças daqueles dias. Alleyne disse que falou para sua esposa, apenas meio brincando, que os holofotes do mundo estariam sobre médicos que tinham recentemente cuidado de Jackson antes de sua morte. Alleyne, disse a ela que seria lembrado como: "Eu era o médico que salvou a vida de Michael Jackson." Alleyne tem, à noite, a poucos dias passados, depois de ver os pacientes, visto alguma cobertura da morte de Michael Jackson. "Que hoje ele seja tão amado não é nenhuma surpresa para mim", disse Alleyne. "Ele foi muito gentil e amável." Ele entende que houve acusações contra Jackson depois de 1995, mas que não era o Michael Jackson que Bill Alleyne conhecera em 1995. E à tarde, enquantodezenas de milhões, talvez mais, assistiram ao funeral de Jackson em Los Angeles, aqui está o que Bill Alleyne, médico, fez: Ele viu outros pacientes. Ele não assistiu TV. Ele ajudou uma senhora com um pouco de problemas cardiopulmonares. Outro com a asma. Mais. Cada um recebeu a plena atenção de Alleyne, como tinha dado Michael Jackson toda a sua atenção em 1995. Alleyne viu tudo, deu esta entrevista sobre estas duas semanas há 14 anos, depois fui para casa. Assim como ele fez para aqueles dias loucos em Dezembro de 1995, quando Bill Alleyne era o médico de Michael Jackson."
Editado e traduzido por Elaine Cristina & Carlos Antonio

23/10/2010

MAIS DETALHES SOBRE O RELACIONAMENTO ENTRE LIZA E MICHAEL

Lisa Marie Presley conversou sobre sua relação com Michael Jackson, com quem foi casada de 1994 a 1996, com a apresentadora Oprah Winfrey, em uma entrevista que irá ao ar neste sábado, 23, na TV americana. A cantora revelou que o problema do astro com drogas é antigo e foi o principal motivo do fim do casamento dos dois. Ele teria tentado manter sua dependência escondida dela. "Só teve uma ocasião, um acidente em que ele teve um colapso e foi para o hospital. Todos os dias, saía uma nova matéria. E eu não podia contar para as pessoas o que estava acontecendo", relembrou Lisa. A herdeira de Presley ainda afirmou que "não entendia" seu relacionamento com Michael. "Eu entendo ele melhor agora. A manipulação era uma tática de sobrevivência para ele", acredita. Font: http://www.vooz.com.br/noticias/ex-de-michael-jackson-fala-sobre-sua-relacao-com-astro-48357.html

Filha de Elvis Presley diz que ex era manipulador

Divulgação Lisa Marie Presley e Oprah Lisa Marie Presley falou pela primeira vez sobre a morte de seu ex-marido, Michael Jackson. Em entrevista ao programa Oprah Winfrey Show, que foi ao ar na última quinta-feira, dia 21, nos Estados Unidos, a herdeira de Elvis contou o motivo do casamento dela com o Rei do Pop ter durado apenas 20 meses: as substâncias controladas. - Ele se afastou de mim. Não entendia a minha relação com ele. Eu tentei entender porque aquilo estava acontecendo. A apresentadora comenta que, quando eles se casaram, o mundo pensou que tudo aquilo fosse uma grande publicidade. - Eu entendo. Eu sempre fiquei confusa com isso, se ele me amava [...] Para ele, a manipulação era uma tática de sobrevivência. Eu entendo isso melhor agora. A filha de Elvis Presley contou que se sentia muito mal ao ver a mídia divulgando as passagens de Michael pelo hospital sem poder contar a verdade. Oprah perguntou como Lisa se sentia em relação as drogas. - Isso realmente me deixa muito sentida. As vezes fico me perguntando porque tive que passar por isso duas vezes. Font:
http://estrelando.r7.com/celebridades/nota/michael_jackson__filha_de_elvis_presley_diz_que_ex_era_manipulador-88400.html

22/10/2010

Estrelando - Michael Jackson: Joe quer indenização milionária

Joe Jackson quer uma indenização milionária do médico Conrad Murray por causa da morte de Michael Jackson, informou o site TMZ. O pai do cantor, morto em junho de 2009, alega que Jacko, não só lhe dava apoio financeiro, mas também era seu amigo. Com isso, o empresário espera receber de dez a 500 milhões de dólares (em torno de 17 a 845 milhões de reais) de Murray, que ainda está sendo investigado por suposta responsabilidade na morte de Michael. Em documentos que o TMZ diz ter obtido, Joe afirma que está falido. O valor da indenização estaria dividido assim: 20% por perda de apoio; 40% por estresse emocional e 40% por perda de conforto, ajuda, sociedade e companheirismo. Brian Oxman, advogado do patriarca da família Jackson, informou que vai colher o depoimento de mais de 60 pessoas a favor de seu cliente. Font:.......Estrelando - Michael Jackson: Joe quer indenização milionária: "

18/10/2010

Filhos de Michael Jackson querem recomprar Neverland

Filhos de Michael Jackson querem recomprar Neverland - Grosby-Group

Os filhos mais velhos de Michael Jackson, Prince Michael e Paris Michael Katherine, têm boas lembranças do rancho Neverland, onde moraram com o pai durante anos, e querem comprar a propriedade novamente. Segundo o News of the World, Prince e Paris querem transformar o luxuoso rancho de Santa Ynez em um “santuário” em homenagem ao pai, assim que conseguirem recuperá-lo. De acordo com a publicação, os dois adolescentes vão poder recomprar Neverland quando fizerem 21 anos e herdarem a fortuna deixada pelo pai. “Paris e Prince se lembram de seus quartos no rancho na infância.” Segundo o jornal, os filhos de Michael pretendem fazer de Neverland “um tipo de parque para a comunidade e um centro para animais.” ************************************************************************************* Eu torço para que isso de certo, é uma forma de homenagem a Michael e partindo de seus filhos será muito bem vida, sempre achei que aquele rancho deveria ser uma forma de santuário, para que os fãs pudessem prestar homenagem a Michael...Deus Abençõe voces crianças...Gold Bless Children

17/10/2010

Michael Jackson's Nephew Austin Brown Preps '85' Debut | Billboard.com

Austin Brown está seguindo alguns passos bem grande: O jovem artista é sobrinho de Michael e Janet Jackson. Depois, há a sua mãe, Rebbie, Que traçou dois hits top 10 R & B de sua própria nos anos 80, "Centipede" e "brinquedo".

Mas Brown alega que ele não se incomodar com as comparações inevitáveis. "Muitas pessoas dizem que eu pareço a versão masculina da minha mãe", disse ele durante uma entrevista no estúdio de Rodney Jerkins "Darkchild em Los Angeles. "Esse som é parte de quem eu sou. Sabe, eu não posso ajudar de onde eu vim, mas eu amo de onde eu vim."

Agora, o cantor / compositor / músico está pronto para ver o quanto ouvintes vão adorar a sua auto-descrito "groove energético e alma" de som. preview "Target Practice" já está até no site da AOL e Brown, AustinBrown.com. Chegando as próximas semanas serão um vídeo mash-up de três faixas de seu álbum de estréia, "85". Dirigido pelo produtor Tom DeSanto ("X-Men", "Transformers"), o vídeo será repleto de efeitos de vídeo e, acrescenta Brown, "muita dança retrocesso."

Significando o ano Brown nasceu, "85" está previsto para ser lançado no próximo ano sob o selo do artista, a Real Fábrica. Onboard como produtor primário é Jerkins (Lady Gaga, Janet Jackson, Mary J. Blige), Que encontrou um Brown então com 13 anos de idade, quando ele estava em Neverland trabalhando com Michael. "Eu vi o mesmo olhar em seus olhos que eu fiz quando eu conheci o Michael", recorda Jerkins. "Austin é uma tripla ameaça que pode cantar, dançar e brincar".

A banda "geek" no colégio, Brown - cujo pai era um músico - começou a estudar piano aos 4 anos e agora também toca guitarra, baixo e bateria. Faixas do álbum malha tenor vibrante Brown com instrumentação ao vivo, progressões melódicas e mudanças de acordes inspirados pela Motown, os Beach Boys e Beatles.

"A música Multigenerational que é divertido e tem um swing a ele ... que é a música que eu quero fazer" um pé pisando-Brown diz que ele estala os dedos.

Michael Jackson's Nephew Austin Brown Preps '85' Debut | Billboard.com

15/10/2010

Americanos dançam Billie Jean na patinação de gala e contagia o público

Para os fãs de MJ é uma honra ver sua musica ser interpretada no estilo clássico.A musica que é um ino a nossos ouvidos Billie Jean ....I LOVE YOU MICHAEL

Fotos inéditas de Michael Jackson serão leiloadas em Paris

.
Mais de um ano após a morte do astro pop, serão leiloadas no fim do ano, em Paris, fotos inéditas de Michael Jackson clicadas pelo fotógrafo francês Arno Bani.
(Divulgação)Durante a sessão de fotos, realizada há 11 anos, Michael deixou para Bani a responsabilidade de toda a direção criativa do ensaio. O fotógrafo ficou tão à vontade que decidiu cortar o cabelo do astro para os cliques. “Ele realmente não gostava do próprio rosto e usava o cabelo para se esconder”, disse Bani em entrevista ao site "Arteinfo". (Divulgação)
Segundo ele, os dois pareciam dois meninos. “Eu era uma criança, mas ele era dez vezes mais criança que eu. Lembro que levei potinhos de glitter e ele passava um pouco no dedo para ver como brilhava. Espalhamos glitter por todo o estúdio", lembrou o fotógrafo. “Michael não estava me pedindo apenas para tirar fotos. Ele queria que eu construísse uma nova imagem para que ele usasse nos próximos dez anos”, revelou.
(Divulgação)
O leilão, organizado por Pierre Bergé & Associés, está marcado para13 de dezembro e deve reunir 90 peças, entre quatro retratos selecionados pelo próprio Michael no período do ensaio, 55 fotografias monstrando diferentes produções para as fotos e todos as anotações e mensagens trocadas entre Bani e cantor. Para quem não mora em Paris, as fotos também foram publicadas em um livro –catálogo que será lançado mundialmente no final de outubro.
(Divulgação) Font: http://gente.ig.com.br/materias/2010/10/15/fotos+ineditas+de+michael+jackson+serao+leiloadas+em+paris++9709063.html

Michael Jackson: Pai do cantor vem ao Brasil lançar livro

Joe Jackson chagará ao país em novembro para divulgar 'What Really Happened to Michael Jackson' Joe Jackson, pai de Michael Jackson, morto em junho do ano passado, vem ao Brasil no início de novembro acompanhado de Leonard Rowe, ex-produtor e amigo da família, para lançar o livro “What Really Happened to Michael Jackson” ("O que realmente aconteceu com Michael Jackson"), de autoria de Rowe. A informação foi divulgada pela assessoria responsável pela publicação. “O Brasil é o primeiro país, depois dos Estados Unidos, onde o livro será lançado, e o autor, Rowe, já nos autorizou a fazer algumas mudanças no lay-out e na tipografia da obra, e essas alterações serão aplicadas como modelo quando o livro for lançado em outros países”, afirma o empresário Leonardo Pereira, responsável pela publicação no Brasil, em nota divulgada à imprensa. A chega da Joe Jackson ao Brasil está prevista para o dia 8 de novembro Font: http://gazetaweb.globo.com/v2/entretenimento/texto_completo.php?c=214576

13/10/2010

Clipes de Michael Jackson serão lançados em DVD - O Globo

LOS ANGELES (Reuters) - Todos os videoclipes da carreira solo de Michael Jackson serão lançados pela primeira vez em DVD, inclusive um inédito de 2003, da música "One More Chance". O espólio do cantor e o selo Epic/Legacy Recordings anunciaram nesta quarta-feira que os 40 clipes serão divididos numa caixa com três DVDs, a ser lançada em 22 de novembro sob o título "Michael Jackson's Vision". Lá estarão clássicos como a versão integral de "Thriller", o clipe de "Bad" dirigido por Martin Scorsese, e "Black and White", junto com outros trabalhos menos conhecidos, como "Ghosts", em colaboração com Stan Winston, mago dos efeitos especiais. Em 2009, o espólio de Jackson já havia lançado o longa-metragem "This Is It", reunindo ensaios de uma turnê que não chegou a ocorrer. Ainda deve sair um álbum com músicas inéditas, e o Cirque du Soleil já foi autorizado a preparar um espetáculo inspirado nas obras do cantor, que morreu em junho de 2009 após sofrer uma overdose de medicamentos. (Reportagem de Jill Serjeant) Clipes de Michael Jackson serão lançados em DVD - O Globo:

12/10/2010

Estrelando - Jackson: Bola de basquete autografada é leiloada

Jackson: Bola de basquete autografada é leiloada Da Redação
Divulgação
Michael Jackson e Michael Jordan em cena de Jam, de 92

Uma bola de basquete assinada por Michael Jackson e Michael Jordan foi adquirida por 294 mil dólares (cerca de 489 mil reais) após um leilão com itens de celebridades realizado em Macau, na China, e encerrado no sábado, dia 9.

O material em questão foi usado na gravação do videoclipe da música Jam, que o Rei do Pop contou com a presença do então astro do esporte. O preço mínimo do lance foi estipulado em 600 dólares (998 reais).

Segundo uma agência de notícias internacional, mais de 400 itens foram colocados à disposição. Entre eles, um par de sapatos de Bruce Lee, uma fantasia de Batman e um sutiã preto de renda de Marilyn Monroe.

Neste mesmo leilão, outros itens de Michael Jackson também foram vendidos, como uma luva preta com cristais e a jaqueta usada pelo cantor no clipe da música Beat It.

Não sei porque mas todas as vezes que vejo objetos de Michael sendo leiloado me da uma sensação que eles vai se perder com o tempo, é como que mais tarde procurassemos por algo dele e não encontace mais é triste isso... Estrelando - Jackson: Bola de basquete autografada é leiloada:

11/10/2010

Link com álbum de homenagem que fãs fizeram a Michael no mundo todo

A baixo segue um link com álbum de fotos de homenagem de fãs de MJ do mundo todo nos dias que seguiram de sua morte ate os dias atuais e também a placa em Gary na casa onde Michael nasceu.

10/10/2010

Sobrinho de Michael Jackson Austin Brown será uma futura estrela?

O nome Austin Brown pode não lhe lembra alguma coisa, mas ele é o filho caçula de Rebbie "Centipede" Jackson, e, naturalmente, o sobrinho do falecido Michael Jackson. Brown, um talentoso e versátil cantor, compositor, produtor e dançarino, está pronto para continuar o negócio da família Jackson para a próxima geração. Mas ele não é, necessariamente, à procura de viver fora da família é a fama.
"A música está no meu coração", disse Brown. "É o que eu amo fazer. Eu não posso ajudar de onde eu vim, mas eu amo de onde eu venho, então eu só faço música e eu criar."
Brown disse que cresceu ouvindo de tudo, desde Boyz II Men e Michael George dos Beatles. E enquanto um gosto musical diversificado não é incomum, com a geração do iPod de hoje, o cantor disse que ele gostava de se sentar ao redor e dissecar o que faz com que cada artista especial. Ele deseja ouvir e saber o que sobre os Beatles inspirou Brian Wilson (dos Beach Boys), trabalho que por sua vez inspirou os Beatles.
Brown também ama a executar, que ele disse que começou quando sua mãe levou-o primeiro no palco. "Ela estava fazendo um show no Japão e fiquei cerca de 3", disse Brown. "Quando eu olhei, não havia todas essas coisas no palco -. Gárgulas e todas essas coisas estranhas no clube e eu fiquei com medo e meio que saiu correndo, mas parou quando fugiu Então minha mãe tentou novamente o arquivo. dia seguinte, e eu dancei meu coração fora depois disso. "
Uns 20 anos depois, Brown juntou-se à super-produtor Rodney Jerkins e se prepara para lançar seu álbum de estréia, 85. O título representa o que Brown aprendeu desde a música ao longo de sua vida.
"Ele tinha a visão", explicou Jerkins. "Ele disse: 'Vai ser chamado de 85." Por que 85? "Como esse foi o ano em que nasci e em 85 o artista saiu, ea música soa como este. Temos de ser inspirado por eles." A coisa toda, continuamos tentando fazer era criar um som que faz você querer dançar e se sentir bem. "
O primeiro single do álbum, "Target Practice", estreou segunda-feira em Brown's website, eo vídeo vai seguir. Brown disse que não se parece em nada menos que impressionante.
"Foi dirigido por um homem pelo nome de Tom DeSanto, que é o produtor de 'Transformers' e 'X-Men', e isso foi uma bênção para levá-lo para o meu primeiro vídeo," disse ele.
"Ele está tratando o assunto para mim", disse Jerkins. "Seu primeiro vídeo e você tem o produtor de 'Transformers'? Como você conseguiu-o do mundo do cinema? Maioria das pessoas vai fazer a partir de vídeos de música para o mundo do cinema. Ele vem do mundo do cinema para o mundo do vídeo."
O que você acha de Brown novo single, "Target Practice"? Conte-nos nos comentários abaixo.

05/10/2010

UMAS DAS ULTIMAS ENTREVISTA FEI COM MICHAEL ANTES DO THIS IS IT...

Entrevista televisionada em 2 de novembro de 2006 nos Estados Unidos e foi realizada na Irlanda onde Michael Jackson morou com os filhos por um tempo.

03/10/2010

Mais umas das injustiça cometida com o nome de Michael

Eu não fazia segredo do fato de que eu acredito que personagem de Michael Jackson foi atacada propositalmente, a fim de arruinar sua reputação. As pessoas que se dispôs a fazer isso sucedeu, e havia muitos. Eles conseguiram prender um estigma para o seu nome, na medida em que se tornou uma vergonha para ser associado com ele.

Quando ela atingiu o seu pico, para dizer que você era um amigo do ventilador, ou advogado de Michael Jackson trouxe comentários maliciosos e risos. Vergonha e humilhação são emoções fortes e as pessoas não medem esforços para evitá-los, daí a razão pela qual muitos amigos viraram as costas para ele durante o seu julgamento de 2005, porque muitos fãs não se atreveu a declarar-se a ser assim, e porque o Gardner Street Elementary School dissociaram-se dele, encobrindo o seu nome no auditório que rebatizada após ele em 1989.

Após sua prisão, em 2003, o Los Angeles Unified School District tomou a decisão de cobrir o nome de Michael Jackson para cima, porque os pais revoltados na comunidade sentiu os efeitos do estigma associado com ele. Stephanie Brady, um porta-voz do distrito escolar disse: "Se Jackson for exonerado, a escola pode decidir remover a tampa da madeira compensada e mostrar o seu nome novamente para o mundo. " Bem, ele foi e eles não!

Os pais que vivem nessa comunidade agora pode ser muito influente na campanha para ter seu nome descoberto, porque o distrito escolar atende-los, mas a motivação para fazer isso só virá se eles sentem um sentimento de orgulho em ter sua escola que lhe estão associadas novamente.

Depois que ele faleceu, mais pessoas estavam inclinados a olhar para Michael através dos olhos de amor, porque a morte tem um jeito de abrir os nossos corações. Quando isso aconteceu, a verdade do seu verdadeiro caráter, começaram a surgir eo estigma começou a se inverter. Você pode ver a evidência de que por toda parte. Fãs estão twittando sobre ele, escrever sobre ele, a partilhar as coisas que amo sobre ele, lutando por justiça para ele, e trabalhando para manter sua memória viva. Sua página de Facebook tem 20 milhões de pessoas sobre ele.

Clic no linque e leia mais....O Retrato do tributo de Michael Jackson: "–