...

20/05/2013

PRAYER FOR MICHAEL JACKSON AND HIS FAMILY FROM 05/21/2014 TO 06/25/2014






In English and Portuguese:
Pray daily, it doesn't matter where you are, or what time it is. Just remember that the best prayer is the one coming from the bottom of your heart, with your own words and feelings. In English “Dear Michael, we are all so sad because we can't see you with our body's eyes! So, with our hearts full of hope, we entrust you to the infinite love of god! We pray hoping that you may be in peace, wherever you are! " " Our dear lord, we come after you, humbled by our faults, to pray in behalf of our beloved Michael Jackson! We are praying faithfully for him to have your peace and be eternally bathed in your light! We beg you, lord, to allow that justice be done related to all his earthly affairs! And that the gift you gave him, his music, his legacy, may be graciously passed to the next generations! For his family and children, we pray for your protection against greed and evil! That they may be involved in your blessings, in form of health, love, and peace! Father, we are lighting a candle to illuminate and warm our prayer into your heart." 

 Caro MICHAEL, estamos tristes por estar distante de nós. Mais com o coração cheio de esperança recomendamos a você o amor infinito de Deus. 
 Senhor, nós nos curvamos diante de ti e humildemente, peço perdão. Por favor, ouça nossas orações para o nosso querido e amado MICHAEL JACKSON.Nós oramos para que ele possa ter paz.Ó Senhor,que o brilho de sua luz perpetua o ilumine.Oramos para que aja justiça em relação a tudo que envolva o nome de Michael Jackson .Oramos para que seu legado na musica viva por muitos anos e ser reconhecido e apreciado pelas próximas gerações.Oramos para que seus pertence seja protegido das mãos dos gananciosos e que não desapareça com os anos e que crença.Por favor abençoe seus filhos,Prince,Paris e Blanchet e protegê-los do perigo. Abençoe Katharine Jackson e guiá-la no seu papel de guardiã dos filhos de MICHAEL e abençoei toda sua família. Amem.

Opicional: (suas intenções pessoais)
 Oh.Senhor ,ascenderemos uma vela para iluminar o caminho de nossas orações. Aceite nossos pedido ó Senhor, em favor de Michael Jackson.
 Michael nós te amamos....muita paz
Não deixe de assistir o vídeo abaixo .....


08/06/2012

O Timbre vocal de Michael Jackson


Postado em 23/05/2012 O timbre vocal (clássico) é dividido em Spinto (soprano ou tenor de peso intermediário, ou seja, cantando com certa força, para os leigos), contralto, barítono. Na música contemporânea Michael seria classificado como um alto teor (alcance bem alto). Tecnicamente, Michael Jackson tem uma das melhores vozes da música contemporânea. Sua primeira vantagem é a velocidade natural de sua voz, bem como, a adequação de suas cordas vocais, que lhe permitem oscilar entre subir e descer de forma muito rápida, o que também permite que ele faça o seu soluço vocal sem engolir sua laringe! Ele tem a habilidade de cantar em staccato (soluços no meio da frase ou palavra), e cantar ritmos complexos no tempo perfeito. O melhor exemplo disto está na faixa-título de seu álbum de 1979, Off The Wall. Michael possui um 4 oitavas vocais. Um piano é dividido em oitavas, uma oitava é, C, D, E, F, G, A, B, C, repetindo toda a sequência em seguida, com a mesma nota, cada vez mais agudo. (Christina Aguilera tem um 3 e um intervalo de meia oitava, Whitney 3, Freddie Mercury, 3 e meia. Mariah Carey afirma ter 5). Sua voz vai de dois E abaixo de meio C (meio do teclado), para dois Bs acima da média C, ou 44 notas. Esta é uma variedade extremamente rara entre os cantores adultos masculinos. Basicamente Michael é capaz de alcançar oitavas, que outros tenores não podem alcançar, com a sua voz natural (sem sussurrar falsetes). Sua voz não é *falsete, como muitos acreditam. Claro, MJ faz uso de falsete, mas esse é o intervalo de notas que ele pode cantar com sua *voz de peito. Se você ouvir ‘Butteflies’ Acapella, você pode ouvir que todas as notas altas estão na voz de peito (cantadas com força) e não falsete (de levinho, sussurrado). “Don’t Stop ‘Til You Get Enough”, no entanto, é falsete. A confusão que há entre o falsete de Michael e a sua voz de peito é devida ao fato de que o topo de alcance da voz do Michael é muito perto do início do seu falsete (um começa onde o outro termina, não há grande intervalo entre eles). Voz de peito = a potência da voz vem do peito. Voz da cabeça = a potência da voz está na cabeça (mais especificamente, no nariz a – voz anasalada). Misturadas = voz mista. Falsetto (falsete) = Somente as bordas muito exteriores das cordas vocais são usados em falsete. Em vez de empurrar todo o ar através das cordas vocais a uma centena de km por hora, o falsete utiliza muito pouca pressão, e tem mais a ver com o espaço minúsculo por onde o fluxo de ar passa. Seria como puxar o bico de um balão em duas direções opostas para sair o som “fininho”. Vibrato = Quando a voz vibra. Michael foi um auto-didata em vibrato quando era criança, e o dominava (ver as “tremidinhas” da voz em “Never Can Say Goodbye” a capela e também “Who’s Loving You”). Michael e Freddie Mercury têm sido citados como alguns dos cantores mais talentosos da idade moderna. Embora o intervalo de alcance da voz do Michael seja maior que o de Mercury, Michael não costumava exibir o seu potencial de voz. Freddie Mercury utilizava toda a sua extensão de voz para causar grandes efeitos, enquanto o Michael, propositadamente, guardava a voz, dependendo da música. Eram estilos diferentes. Em “Billie Jean”, Michael provavelmente usa em torno de 2 e meio, talvez 3 das oitavas que ele possui, porque é isso que a música exige. Em ‘The Wiz’, ele canta “You Can’t Win”, e é neste ponto que o seu alcance vocal é mais ouvido, bem como em “Who’s Loving You”. Sua voz atinge as notas mais baixas e mais altas naquela canção. Essa variação da voz de Michael também é ouvida no aquecimento de voz com Seth Riggs. Houveram boatos de que Michael e Pavarotti iriam fazer um dueto juntos. Se tivesse acontecido, esse dueto teria sido uma boa oportunidade para mostrar a verdadeira flexibilidade da voz de Michael ao máximo. “Uma coisa estranha sobre Michael Jackson é que ele tem uma voz totalmente espetacular, mas ele não sente a necessidade de nos surpreender com ela. De forma alguma. Sua técnica preferida para transmitir paixão é usar palavras. Nas suas músicas dançantes, sua voz parece tão dura (seca) e compacta quanto a percussão, reduzindo-se a fragmentos gelados do que é. Quando ele canta em estilo gospel, ele deixa estes arranjos em uma mixagem mais baixa, como em um segundo plano, enquanto a batida ou os vocais mais simples são o centro das atenções. Ou ele apenas coloca sussurros em destaque, enquanto vai escalando os outros arranjos à distância.” – Frank Kogan, crítico de música. “Michael é sem dúvida um dos melhores músicos e vocalistas com quem eu já gravei. E, oh, ele é um homem de detalhes. Por exemplo, ao gravar, ele traz seu preparador vocal e aquece a voz por 2 horas antes de ficar à frente do microfone! Sim, ele faz isso durante um ou dois takes. Eu trabalhei com Michael durante quase 25 anos, e sempre foi assim. Ele é definitivamente dedicado e é o músico dos músicos. Outro exemplo, estávamos no estúdio e de repente eu ouvia “clank, bang, clank, raspar”, quando ia ver, era ele movendo os objetos ao redor da sala para mudar a acústica!” – Bruce Swedien, novembro de 2001. Existe uma única prova de que Michael também usava sua voz de soprano clássico, em “Who Is It”, exibindo seu talento em diferentes estilos vocais. No início da música, antes da batida começar, há uma nota muito clara, que soa quase como um instrumento, ou um coro clássico. Com a ajuda de Linda Harmon… é o Michael! Pegue seu fone-de-ouvido e vá ouvir a música… você pode ligeiramente distingui-lo de Linda. Foi dito que a Motown forçou Michael a cantar no seu limite, especialmente porque sua voz estava se desenvolvendo. Em função disso, ele manteve uma série de notas altas, mesmo após a sua voz ter se consolidado. E então, conforme ele ficou mais velho, sua voz ganhou notas mais baixas, dando-lhe a faixa de 4 oitavas

http://falandodemichaeljackson.wordpress.com/2012/05/23/o-timbre-vocal-de-michael-jackson/

21/02/2012

1º PARTE: UM DOS MAIS VERGONHOSOS EPISÓDIOS NA HISTÓRIA JORNALISTICA



Obs: Este artigo tem 11º partes você acompanha as numerações ao lado direito onde esta escrito sobre o conteúdo publicado no blogger.O artigo foi escrito por Charles-Thomson e publicado em seu blogger e traduzido por Ivan G Pessoa.

Link: http://www.huffingtonpost.com/charles-thomson/one-of-the-most-shameful_b_610258.html

Introdução:
 Michael Jackson foi um mensageiro-que sofreu assim como Jesus- nas mãos daqueles que invejaram, julgaram e odiaram, alguém ou qualquer coisa que eles não entendessem. ‘GRANDES ESPIRITOS TEM SEMPRE ENCONTRADO OPOSIÇÃO VIOLENTA DE MENTES MEDÍOCRES” - Albert Einstein 

(Os seres humanos são um pouco como animais em sua natureza e é somente nosso código moral interno e regras sociais que nos impedem de mostrar o que temos de pior. Assim quando alguém libera as pessoas dos seus freios morais e sociais, muitos não conseguem resistir à tentação e mostram seus piores instintos. É especialmente perigoso quando pessoas pensam que eles estão fazendo isso pelo “bem comum”. A estrada para o inferno - como vocês sabem – está realmente pavimentada com boas intenções. Isto é provavelmente como a coisa toda começou com Michael Jackson. Alguns se ressentiram que um menino pobre chegasse ao topo e tivesse mais do que eles jamais poderiam sonhar. Alguns tinham inveja do seu talento. Alguns eram racistas que não queriam partilhar da mesma vizinhança com ele. Alguns queriam fazer uma carreira política colocando-o na cadeia e alguns viram isto como uma oportunidade de fazer dinheiro às custas dele. E alguns estavam de boa vontade cooperando com as autoridades que estavam a fim de “mostrar o lugar dele”. Eles podiam muito bem ser guiados por alguns “princípios morais elevados” da maneira como eles os entendiam e podiam estar sempre prontos para ajudar a polícia, plantando algumas “evidências” na casa dele – e tudo isso no nome da nobre causa de defender a sociedade de um “predador”. O que era comum para essas diferentes pessoas era a sua noção pré-concebida de que ele era culpado e “isso” deveria ser impedido. Casos como esse não exigem evidência –sua certeza na culpa de alguém substitui a necessidade de provar isso e quando você tem um objetivo de estigmatizar alguém como criminoso a realidade irá se esticar o suficiente para caber no objetivo estabelecido – especialmente quando há por perto tantos “favoráveis ao bem”. Você não pode imaginar a quantos extremos esses colaboradores que desejam o bem, podem ir quando eles sentem que as autoridades os estão encorajando nos seus esforços.) continuação....

2º PARTE UM DOS MAIS VERGONHOSOS EPISÓDIOS NA HISTÓRIA JORNALISTICA


UM DOS MAIS VERGONHOSOS EPISÓDIOS NA HISTÓRIA JORNALISTICA Escrito por Charles Thomson de huffingtonpost.com/Charles-thomson Traduzido por Megaechad Há exatamente cinco anos atrás 12 jurados unanimemente absolveram Michael Jackson de várias acusações de abuso, conspiração e alegação de fornecer álcool a um menor. É difícil saber como a história irá lembrar do julgamento de Michael Jackson. Talvez como o protótipo de obsessão de celebridade ocidental. Talvez como um linchamento do século 21. Pessoalmente, acho que esse julgamento será lembrado como um dos episódios mais vergonhosos da história jornalística. É só quando você começa a pesquisar através de arquivos de jornais e assistir novamente horas de cobertura na televisão é que você realmente entende a magnitude da negligência da mídia. Foi falha em toda a extensão da palavra. Sem dúvida houve certos jornalistas e até certas publicações e canais de TV que abertamente favoreciam a acusação, mas muitas deficiências da mídia eram institucionais. Em uma mídia obcecada com declarações públicas, como você reduz oito horas de depoimentos em duas sentenças e ainda permanece preciso/exato? Numa época de notícias e blogs instantâneos, como você resiste à tentação de sair correndo da sala do tribunal na primeira oportunidade para levar as novas das ultimas alegações maldosas, mesmo que isto signifique perder uma fatia do depoimento do dia? Rememorando o julgamento de Michael Jackson, vejo uma mídia fora de controle. A quantidade enorme de propaganda, erros sistemáticos, distorção e falta de informação vai além da compreensão. Lendo os transcritos da corte e comparando-os com os comentários dos jornais, o julgamento que foi transmitido para o público nem de longe lembrava o julgamento que estava acontecendo dentro da sala do tribunal. Os transcritos mostram um desfile sem fim de testemunhas sórdidas da acusação cometendo perjúrio, praticamente a cada hora e se desintegrando quando interrogados pela defesa. Os comentários dos jornais e os clips de notícias da TV dão detalhes diariamente das acusações hediondas e sinistras e comentários sexualmente sugestivos. Foi em 18 de Novembro de 2003 quando 70 delegados de polícia investiram contra Neverland Ranch de Michael Jackson. Tão logo as notícias da batida vieram ao conhecimento do público, os canais de notícias abandonaram sua programação e começaram a fazer uma cobertura de 24 horas sobre esse acontecimento.
Continua....

3º PARTE UM DOS MAIS VERGONHOSOS EPISÓDIOS NA HISTÓRIA JORNALISTICA


Quando surgiu a noticia que M. Jackson foi acusado de molestar o jovem sobrevivente de câncer Gavin Arvizo, o menino que tinha aparecido no documentário de Martin Bashir, Living with Michael Jackson segurando a mão de Michael, a mídia foi à loucura. Networks ficaram tão obcecados pelo escândalo que um ataque terrorista na Turquia ficou quase sem cobertura, somente a CNN se preocupou em noticiar a conferência entre George Bush e Tony Blair sobre o acontecimento. As três maiores networks começaram a produzir notícias especiais de uma hora de duração no caso Jackson, aparentemente não levando em conta que ainda não se sabia nada sobre as alegações e os promotores não estavam respondendo perguntas. A CBS dedicou um episódio de 48 Hours Investigates (48 horas investiga) a prisão, enquanto a Dateline da NBC e 20/20 da ABC se apressavam a apresentar Jackson Especiais. Dois dias após o ataque a Neverland e antes que Jackson tivesse sido preso, VH1 anunciou um documentário intitulado “O escândalo sexual Michael Jackson”. O Daily Variety descreveu a estória de Jackson como “um presente divino para... oportunidades para a mídia particularmente canais de notícias e estações locais visando aumentar os números Nielsen no final da semana com os mais importantes furos. O Daily Variety estava certo. As notícias relacionadas a Celebridades viram números explodirem quando a estória de Jackson foi publicada. O número de acessos para Access Hollywood estava a 10% na semana anterior. Entertainment Tonight e Extra, ambos alcançaram o melhor número de audiência da estação e Celebrity Justice também gozou de um aumento de 8%. Os jornais reagiam tão histericamente quanto as estações de TV. “Doente, Pervertido! “ Gritava o New York Daily News. “Jacko: Sai dessa agora” incitava o New York Post. The Sun- o maior jornal britânico – publicava um artigo entitulado “Ele é “Bad” (Mau), Ele é “Dangerous”(Perigoso), Ele é History”. Eles estigmatizavam Jackson como “ex-negro ex-superstar”, a freak (esquisito) e um “indivíduo deformado” e clamavam para que seus filhos fossem levados. “Se ele não fosse um ídolo pop com pilhas de dinheiro para se esconder”, dizia, “ele teria sido pego anos atrás.” Encorajada pelo aumento de audiência que o escândalo Jackson tinha produzido, a mídia considerou como sua missão explorar o caso Jackson o mais possível. Tom Sinclair do Entertainment Weekly escreveu “ Os especialistas da mídia, do mais incompetente e desleixado repórter de tabloide até o mais fino âncora de notícias, estão trabalhando excessivamente, lutando para preencher polegada a polegada colunas e tempo no ar com furos sobre Jackson e cabeças falantes.” “A pressão em notícias é enorme”, o advogado Harland Braun disse a Sinclair. “Assim advogados dos quais nunca se ouviu falar terminam na televisão falando sobre casos com os quais eles não têm nenhuma ligação.” Sinclair acrescentou, “E não somente advogados. Todo mundo, desde médicos, escritores, psiquiatras até empregados de lojas de conveniência que algum dia, atenderam Jackson estão sendo levados em conta, tanto na TV como por escrito.