...

21/02/2012

2º PARTE UM DOS MAIS VERGONHOSOS EPISÓDIOS NA HISTÓRIA JORNALISTICA


UM DOS MAIS VERGONHOSOS EPISÓDIOS NA HISTÓRIA JORNALISTICA Escrito por Charles Thomson de huffingtonpost.com/Charles-thomson Traduzido por Megaechad Há exatamente cinco anos atrás 12 jurados unanimemente absolveram Michael Jackson de várias acusações de abuso, conspiração e alegação de fornecer álcool a um menor. É difícil saber como a história irá lembrar do julgamento de Michael Jackson. Talvez como o protótipo de obsessão de celebridade ocidental. Talvez como um linchamento do século 21. Pessoalmente, acho que esse julgamento será lembrado como um dos episódios mais vergonhosos da história jornalística. É só quando você começa a pesquisar através de arquivos de jornais e assistir novamente horas de cobertura na televisão é que você realmente entende a magnitude da negligência da mídia. Foi falha em toda a extensão da palavra. Sem dúvida houve certos jornalistas e até certas publicações e canais de TV que abertamente favoreciam a acusação, mas muitas deficiências da mídia eram institucionais. Em uma mídia obcecada com declarações públicas, como você reduz oito horas de depoimentos em duas sentenças e ainda permanece preciso/exato? Numa época de notícias e blogs instantâneos, como você resiste à tentação de sair correndo da sala do tribunal na primeira oportunidade para levar as novas das ultimas alegações maldosas, mesmo que isto signifique perder uma fatia do depoimento do dia? Rememorando o julgamento de Michael Jackson, vejo uma mídia fora de controle. A quantidade enorme de propaganda, erros sistemáticos, distorção e falta de informação vai além da compreensão. Lendo os transcritos da corte e comparando-os com os comentários dos jornais, o julgamento que foi transmitido para o público nem de longe lembrava o julgamento que estava acontecendo dentro da sala do tribunal. Os transcritos mostram um desfile sem fim de testemunhas sórdidas da acusação cometendo perjúrio, praticamente a cada hora e se desintegrando quando interrogados pela defesa. Os comentários dos jornais e os clips de notícias da TV dão detalhes diariamente das acusações hediondas e sinistras e comentários sexualmente sugestivos. Foi em 18 de Novembro de 2003 quando 70 delegados de polícia investiram contra Neverland Ranch de Michael Jackson. Tão logo as notícias da batida vieram ao conhecimento do público, os canais de notícias abandonaram sua programação e começaram a fazer uma cobertura de 24 horas sobre esse acontecimento.
Continua....

Nenhum comentário:

Postar um comentário